VAI DAR PRAIA ?

Praias

 

NAS 23 PRAIAS BUZIANAS O SOL BRILHA 254 DIAS POR ANO

José GonçalvesTucunsGeribáAmoresFerradurinhaFerraduraLagoinhaFocaFornoOlho de BoiBravaManguinhosTartarugaVirgensAmoresCantoArmaçãoOssosAzedaAzedinhaJoão FernandesJoão Fernandinho

O maior lazer de Búzios é a praia, onde favorecido pelos ventos, o sol brilha 254 dias por ano. Ao todo são 23 praias, cada uma com característica própria e que em sua grande maioria pode ser facilmente alcançada de carro. Ou também em passeios turísticos programados em saveiros ou traineiras alugadas.

As praias buzianas são quase todas de mar calmo, agradáveis para se banhar e que dão refrescante sensação nos dias ensolarados. Nelas você encontrará motivos para curtir sombra e água fresca ou sol e cerveja gelada, já que dispõem de infraestrutura de bar & restaurante em seus quiosques à beira-mar, onde você deverá almoçar ao pôr do sol.

Além da cerveja gelada ou da tradicional "caipirinha", perfeito casamento cachaça & limão, não deixe de provar, como petisco, os pastéis (camarão com queijo catupiry), as porções de lula à milanesa, de camarão frito ou as iscas de cação e, como refeição, enchova (peixe) grelhada. São imperdíveis!

Foto by Sergio Fleury

RASA - É a primeira praia antes de se chegar à cidade. Selvagem, com vegetação rasteira, típica de restinga, tem sempre vento forte e mar de "carneirinhos" e, por isso, é melhor para esportes como windsurfe do que para banhos. Nela não há quiosques, mas ambulantes que vendem sorvetes e salgados caseiros.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury
Foto by Sergio Fleury
MANGUINHOS - Tem antigas e confortáveis casas de veraneio, é a continuação da Rasa, com acesso pelas ruas transversais . Sempre com pouco movimento de turistas, é bastante agradável para se dar saudáveis caminhadas intercaladas com gostosos mergulhos. Abriga a sede do Búzios Vela Clube e o Bar dos Pescadores, da Associação dos Pescadores de Manguinhos, onde se come bem e razoavelmente barato. Aos sábados vira point. Em tempo: o freguês tem que ter muita paciência porque o serviço é muito lento!

Retorna ao mapa

Foto by Sergio FleuryConheça nossas DICAS

TARTARUGA - Uma das mais belas e aprazíveis para se curtir, comer, se banhar e mergulhar com máscara & snorkel ao redor de um pontal rochoso. Reurbanizada, abriga um restaurante charmoso e cinco quiosques de arquitetura praieira que servem bebidas, petiscos e refeições. Parada obrigatória dos roteiros dos saveiros de turismo, tem um lindo pôr de sol. Não perca.

Retorna ao mapa

VIRGENS & AMORES - Com acesso apenas por mar, a partir da Tartaruga, são mini-praias para os que gostam da aventura da privacidade. Com os nomes insinuam, são locais românticos que já deram muito que falar.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury

CANTO - Com acesso em pleno centro da cidade, tem casas confortáveis e belas. Área de ancoradouro das traineiras de pescadores locais, forma um cenário de cartão postal que pode ser apreciado, também, das varandas dos restaurantes da badalada Rua das Pedras. À noite o cenário se torna romântico e muito charmoso.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury

ARMAÇÃO - Com a pequena Ilha do Caboclo a apenas 100 metros, ao fundo, margeia o calçadão chamado Orla Bardot, homenagem à atriz francesa Brigitte que nos anos 60 curtiu muito a cidade, deixando saudades nos pescadores por sua beleza natural e a maneira descontraída de se banhar. É muito agradável para um footing de dia ou à noite até a ESCULTURA DA BB em bronze sentada à beira mar. Dá boas fotos!

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury

Igreja de Sant'Anna no alto dos Ossos...

OSSOS - Abrigada numa enseada, tendo em cima do morro a Igreja de Sant'Anna e ao sopé, o Iate Clube de Búzios. É assim chamada porque nos idos de 1730 ali eram enterrados ossos das baleias capturadas na região. O charme são as belas casas que se originaram das cabanas dos pescadores que, seduzidos por ofertas tentadoras, se desfizeram a "preço de tostões" de suas privilegiadas moradias. Ali também se toma os acquataxis para se chegar às vizinhas Azeda e Azedinha.

Retorna ao mapa

Azeda: áraiso sem "farofa"!
Foto: Gustavo Medeiros

Azeda: paraiso sem "farofa" !

AZEDA & AZEDINHA - Com acesso por mar, via acquataxis, ou por terra, subindo o morro por rua calçada seguida de uma trilha, é Área de Proteção Ambiental (APA), tal a riqueza da vegetação e a ganância que desperta nos especuladores imobiliários. Point de badalação em dias de sol e ótimas para mergulhos de máscara & snorkel.
Na Azeda, há um desabitado casarão colonial construído pela família do "dono" da cidade no início do século e, na Azedinha, ao lado, há um pouco mais de sossego e tranqüilidade, ainda mais depois da retirada de todos os ambulantes que vendiam bebidas & petiscos e das horrorosas barracas de propaganda que poluíam a areia.
Agora, leve sua cadeira de praia e curta a natureza, deixando a cerveja ou a caipirinha para mais tarde.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio FleuryConheça nossas DICAS

JOÃO FERNANDES & FERNANDINHO - São as praias extremas da península e bastante freqüentadas por turistas estrangeiros, predominância de argentinos. Nos quiosques à beira-mar, se come deliciosos frutos do mar (ostras e mariscos). Parada obrigatória dos saveiros de turismo, é bastante bucólica ao pôr do sol com as aves marinhas (atobás e gaivotas) disputando sobras de peixe jogadas pelos quiosqueiros. O que as diferem é o tamanho.

Retorna ao mapa

Foto: Gustavo Medeiros

BRAVA & OLHO DE BOI - Como o nome diz é a praia dos surfistas mais corajosos, já que o mar nunca está para peixe e as ondas arrebentam com muita força na areia. Mas há um bar localizado estrategicamente no alto da escarpa de onde os banhistas mais cautelosos podem apreciar a juventude surfista lá embaixo, com um copo de cerveja gelada à mão. Já a Olho de Boi tem acesso por uma trilha que sobe o morro, mas o aparente sacrifício compensa pela sua beleza e privacidade. É a praia naturalista dos amantes da natureza que ali tomam tranqüilamente nús seus banhos de mar.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio FleuryConheça nossas DICAS

FORNO - Nos anos 60, tinha em abundância e como característica, um tipo de areia avermelhada, que com o calor do sol ficava quase "em brasas", daí o nome de batismo. Por ser pequena e mais escondida, tem pouca freqüência, inclusive nos agitados dias de verão. É ótima, também, para mergulhos de máscara & snorkel.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury

FOCA - Ao lado do Forno, muito pequena e com o acesso dificultado por uma trilha bastante íngreme entre o mato, já foi muito badalada pela mídia que a descobriu como point dos mais ousados topless da cidade.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury

Explicação geológica da Lagoinha

LAGOINHA - Embora não seja uma praia, fica próxima a Ferradura e é um lugar para se banhar em dias de maré favorável quando forma uma lagoinha na bacia de pedra junto ao mar. Local de shows memoráveis como o de Caetano Veloso anos atrás, é mais para se curtir, apenas baseado na própria imaginação. Entendeu, galera?
Mas não é só isso! A Lagoinha é muito mais, é História Viva, o elo geológico que indica uma paisagem semelhante às montanhas do Himalaia, coisa de 520 milhões de anos. Não acredita? Percorra, então, os CAMINHOS DE BÚZIOS - O HIMALAIA BRASILEIRO.

Retorna ao mapa

Conheça nossas DICAS

Foto: Gustavo Medeiros

FERRADURA - É das mais confortáveis e ótima para saudáveis caminhadas e para a prática de esportes (windsurfe,esqui aquático, caíques, banana, paraglider ). Nos seus bem instalados quioques, a difícil opção da sombra e água fresca, sol ou cerveja gelada. Margeada por confortáveis mansões é freqüentada por gente famosa.

Retorna ao mapa


Foto by Sergio FleuryCanto esquerdo de Geribá

Conheça nossas DICAS

GERIBÁ - Lembra a praia ipanemense da juventude dourada, onde o mar de ondas boas para surfe atrai a garotada que ali programa a azaração noturna. O point mais agitado é o do Gravatás que serve nos quiosques, incrementados sucos energéticos e consistentes sandubas naturais. Ali, mauricinhos & patricinhas se misturam com os zés & manés. Uma festa!

Retorna ao mapa

Conheça nossas DICAS

Foto: Gustavo Medeiros

FERRADURINHA - A mais charmosa praia buziana dos anos 60, hoje cercada por um grotesco muro de condomínio à beira da areia, ainda conserva parte do encanto quando se olha apenas para o mar. Com acesso pelo canto esquerdo da praia de Geribá, se deve evitá-la em dias de temporada quando fica com excesso de banhistas. De difícil acesso, ao lado, fica a superprivativa Praia dos Amores.

Retorna ao mapa

Foto by Sergio Fleury

TUCUNS - Saindo de Búzios no caminho para Cabo Frio, é uma praia ainda bem selvagem que, no início do século ainda abrigava descendentes de escravos que ali se fixaram após a abolição da escravatura. Nessa região havia ancoradouros clandestinos de negros africanos contrabandeados. A palavra tucuns, de origem indígena, vem da palmeira nativa que dá fibras e óleo.

Retorna ao mapa

Foto: Gustavo Medeiros

JOSÉ GONÇALVES - Também no caminho para Cabo Frio e a exemplo de Tucuns, abrigou durante anos remanescentes de escravos que fugiam dos capitães-do-mato que iam a busca dos negros fugitivos das grandes fazendas de plantio de banana que se reuniam em quilombos muito bem escondidos.
Longe da badalação, ali se pode degustar o delicioso risoto de mariscos do QUIOSQUE DO CHICO, o filho do velho Pacrácio que morreu deixando três viúvas e 21 filhos.

Outra dica é se deliciar com as casquinhas de marisco do QUIOSQUE NATIVO'S , uma receita basca servida pelo casal Ranieri & Zida que atende os visitantes também com muita simpatia.

E você decide qual dos quiosques freqüentar !

Retorna ao mapa